06/03/2017 - 16:49
Planejamento Estratégico

Entenda como integrar a comunicação interna e externa da empresa

Quando pensamos na comunicação de uma empresa, nem sempre lembramos que ela vai muito além da divulgação e representação da imagem da marca. É mais fácil pensar que as estratégias se resumem a isso quando o resultado não é tão direto e visível quanto um produto ou serviço final.

Mas não é bem assim, é? A comunicação tem diferentes funções e opera em quase todos setores da empresa. Afinal, tem como uma organização funcionar sem equilíbrio e interação entre os funcionários da gestão? E sem a comunicação externa?

Elaboramos 4 dicas para você evitar esses problemas e garantir uma comunicação integral e efetiva. Confira!

Dica 4 – Tenha um setor dedicado ao bem-estar dos membros

Nesse setor, os membros são clientes e devem ser tratados como tais. O que isso significa? Ele deve ser compreendido por seus desejos e necessidades, e a empresa deve fazer de tudo para mantê-lo satisfeito.

Isso é fundamental para o cotidiano da organização. Se os colaboradores não se sentem valorizados ou necessários para o funcionamento do negócio, não são produtivos e podem até mesmo desistir do cargo.

Esse setor ou núcleo pode ficar encarregado de elaborar estratégias de endomarketing, ou seja, práticas que visam aumentar a autoestima dos membros e a interação entre eles.

Pode-se envolver ações pequenas, como um mural de fotos do cotidiano do pessoal ou projetos maiores, como eventos de integração para os membros (um happy hour ou celebração de aniversário da empresa, por exemplo).

Dica 3 – Utilize canais de informação

É essencial para a comunicação interna que todos os funcionários saibam o que está acontecendo na empresa. Quais projetos estão em andamento? Como está a situação financeira? Quais são as metas para a gestão?

Tudo isso deve ser de conhecimento geral para evitar quaisquer tipos de falhas de comunicação externa e interna e para impulsionar a produtividade da empresa.

Há diversas maneiras de garantir essa interação: murais com organogramas ou notícias da organização; boletim eletrônico semanal, no qual cada setor escreve sobre o que está fazendo ou já fez; jornal da empresa; aplicativos de comunicação.

Dica 2 – Tenha uma identidade

Sem características e ideais próprios, a marca torna-se sem sentido para o público interno e externo. Ninguém se identifica com uma organização cujas propostas não vão além do lucro, certo?

Os clientes precisam saber a diferença entre você e a concorrência. Por que eles deve te contratar? O que você pode oferecer que outros não podem? Com uma identidade coesa e bem elaborada, seu público-alvo entenderá seu propósito e pensará em você primeiro. A comunicação externa é essencial para isso!

Para os funcionários não é tão diferente: os membros precisam de um cargo que tenha algum propósito, algum diferencial. Se eles entendem a cultura da empresa, conseguem se identificar e trabalhar de forma mais produtiva no ambiente da organização.

Dica 1 – Enfim, a comunicação integrada

A valorização da comunicação na empresa a torna diferenciada. É perceptível seu valor no mercado, sua conexão com o público e sua coerência nos projetos.

A produtividade cresce absurdamente quando existe concordância acerca da missão, dos valores e das metas da organização. E isso reflete para o público externo, aumentando o alcance do público alvo e a consequente conversão de clientes.

Algumas ideias para uma comunicação integrada são campanhas institucionais, mídias sociais que conversam com o público, branding, blog da empresa com conteúdo relevante, Inbound Marketing, marketing de relacionamento e muito mais!

Conseguiu entender a importância da comunicação externa e interna para uma organização? Conte para a gente como elas acontecem na sua empresa nos comentários!


Nome completo

E-mail

Digite sua mensagem aqui